Serie – A assessora vai casar!

Nuri e Jef - Ensaio-121

Hoje vamos dar inicio a uma nova coluna aqui no site, onde vou falar alguns detalhes e fornecedores do meu casamento. Até que enfim a assessora vai casar!

Será que vou perder toda a minha sensatez de uma profissional de eventos pra virar uma bridezillas? rsss! Que medo, acho que não, estou indo bem!

A contrário de muitos profissionais do mercado, eu me tornei assessora antes de ser noiva, muito antes! Na maioria dos casos a noiva gostou tanto de organizar o próprio casamento que depois se tornou assessora. Eu não.

Não posso negar que é uma sorte ser do ramo, isso me dá toda a tranquilidade e segurança em cada item que eu contrato. Sei absolutamente tudo o que devera acontecer e como deve acontecer, sei quais as enrascadas devo evitar, e sei onde procurar os melhores serviços.

Agora, se tem uma coisinha que me dá um frio na barriga, é a expectativa, e não é a minha, desde que me tornei assessora de casamentos sempre escuto a frase: “Nossa, imagina o seu casamento! Eu imagino o meu casamento! Agora, se o que eu imagino corresponde ao que as outras pessoas imaginam já são outros quinhentos…! rs. Há quem diga que ele será “perfeito”.  Eu tenho certeza disso, mas com uma ressalva: perfeito para mim.

A expectativa é da família, do círculo de amizades, às vezes até de uma cidade inteira! E é claro que ninguém quer “fazer feio” no seu próprio casamento. Pelo contrário, em uma festa tão importante para a família, todo mundo quer fazer algo incrível e inesquecível. Mas o perigo de se querer agradar a todos é o de perder a personalidade.  E esse medo de não estar à altura da expectativa alheia é tão maluco, que acho que, é uma das maiores causas da insegurança por parte das noivas brasileiras. As pessoas são tão diferentes no seu dia a dia, cada um com uma cultura, paladar, religião e conceitos diferentes.

Nesses anos que passei ligada ao universo dos casamentos, aprendi que não adianta buscar por uma “unanimidade”, porque, infelizmente, 2 coisas são certas:

1) nenhum casamento – repito, NENHUM – agrada a todos; 2) por mais incrível que o casamento seja, sempre vai ter alguém falando mal. (espíritos de porco, obviamente, mas é preciso saber que eles existem)

Digo isso para se sentirem mais leves, livrando-se do peso da pressão! Saber que não é possível agradar a gregos a troianos, nos liberta para o principal: agradar a nós mesmos! (e como a gente bem sabe, já é tarefa suficientemente difícil descobrir do que a gente gosta!rs)

Pra se ter uma ideia eu ainda nem distribui os convites, mas algumas pessoas perguntam onde será o evento, então calmamente explicamos que será em São Bernardo do Campo, e não é um local próximo a minha casa, então já escuto “Nossa, que longe!”… de fato é longe… pra quem for andando é bem longe, mas de carro é rapidinho!

O negócio é aproveitar porque é tudo bem breve, passa rápido, então que seja leve!

Então pra mim e pra você que vai se casar a dica é a seguinte: Quanto mais você ama as suas escolhas e decisões, menos você precisa de outras pessoas para ama-las!

Já estava me esquecendo de falar a data… então nosso GRANDE DIA será 10 de Outubro de 2015. Faltam só 7 meses!

Nuri

Write a comment:

*

Your email address will not be published.